Mensagens

Dia Internacional da Saúde Mental

Imagem
Venho um pouco tardia, mas ainda a tempo!  Hoje, dia 10 de outubro, é dia internacional da saúde mental. 
Não quero dar um grande texto da importância deste dia, ou da importância das pessoas entenderem de uma vez por todas que transtornos como ansiedade, depressão, esquizofrenia, anorexia, bulimia,  etc...não são por escolha de ninguém e não, não significa que uma pessoa é maluca. Cada vez mais, jovens da minha idade, mais velhos ou mais novos sofrem de transtornos psicológicos, uns mais forte que outros. Ou, cada vez mais se fala nisso. No outro dia enquanto discutia esta teoria como uma pessoa que trabalha na área da educação, ela disse-me "não acho que existam mais pessoas com problemas, apenas a vossa geração é a primeira a não ter vergonha de o admitir." 
Peço, por favor, se têm filhos ansiosos que tenham calma. Se têm um membro da família com depressão que respirem fundo. Mais que ninguém eles sentem culpa. E mais que ninguém, eles dariam tudo para sair de onde estão…

Dor // Deambulando

A vida real do ser humano consiste em ser feliz, principalmente por estar sempre na esperança de sê-lo muito em breve.- Edgar Allan Poe

Nesta última semana tive o azar de passar por uma experiência que me causou muito sofrimento. Uma experiência que já tinha passado uma vez, com um amigo, mas que nunca tinha passado com um amigo que fazia parte da minha vida. Não só fazia parte da minha vida como maioria dos seus 11 anos fora a minha vida. 
Já me tinham dito que a dor que se sente ao fazer luto é uma dor complicada, também li em muitos sites que depende da forma como olhamos para o que aconteceu, se aceitamos ou não, se perdoamos ou não, etc... Mas algo que coincide em todas as formas é a saudade e a saudade, forte da forma que é, consegue que a dor nos ocupe o corpo todo. Não quero todavia que isto seja um post deprimente, nem depressivo. Chamem-me optimista, mas eu quero acreditar que foi pelo o melhor e por isso mesmo sinto em mim uma paz eminente e ao mesmo tempo acredito que no m…

quero ser a diferença // deambulando

É difícil estar sozinho neste mundo, não é? Quase que assustador.
A ansiedade tornou-se a tua melhor amiga.
O medo o teu parceiro. Era bem mais fácil quando se observava tudo dos bastidores, não era?
Mesmo que fosse difícil para eles, nada era ainda a tua responsabilidade. Independentemente do quão difícil fosse,
não havia nada que podesses fazer.
Egoistamente, isso acalmava-te.
E isso agora mudou.
Cresceste. Contas, casamento, casa, água, luz, crianças, comida, roupa… tudo equivale a dinheiro. Dinheiro, dinheiro, dinheiro…
De repente só pensamos nisso. Talvez antes pensavas mais no dinheiro para comprar um livro, ou para ir sair, ou para um almoço como os amigos. E agora? Agora fazer uma vida é a prioridade. É como é. É ser adulto. Bem-vindo à vida real. É isso que nos dizem, não é? Que eramos tolos se pensássemos que a boa vida seria para sempre. Se calhar, não pensávamos que a boa vida seria para sempre, mas também não tínhamos noção que para pertencer a este mundo iriamos ter de deix…

Aceitar e Seguir em Frente | D'E.V.

Imagem
Mais um ano, mais um verão. Este ano finalmente fui à praia, sendo que o ano passado não tive hipótese. Foi uma experiência com muitos sentimentos que vieram ao de cima, mas essencialmente, uma aventura feliz. Este ano já vesti um bikini, ou fato de banho, umas quatro vezes (não sou alguém muito fã de praia) e pela primeira vez em muitos anos senti-me à vontade. Não hesitei em tirar a t-shirt, muito menos senti receio a tirar os calções ou a saia. Tirei e senti-me bem. Senti-me bem no corpo que tinha. Hoje enquanto escrevo este post, lembro-me das várias vezes que recusei ir à praia com os meus amigos, por ter muito peso. Relembro-me de ficar de frente do espelho, a pensar "só queria que a barriga se fosse, não me importo com a celulite" e assim que tinha feito imensos esforços para emagrecer, uns Verões depois, pedia com todas as forças para que a celulite também se fosse e que se calhar não me importava com a barriga desde que não tivesse celulite. Pensando bem, agora tud…

Começar de Novo | RESTART 2K18

Imagem
Pensei várias vezes em como iria escrever este post, se devia ser totalmente honesta ou se devia abordar apenas alguns temas. A minha vida em menos de dois meses mudou completamente, e como podem imaginar, para uma pessoa ansiosa, a mudança consegue ser assustadora. Em Maio recebi a notícia que tinha entrado num mestrado, em Julho deste ano decidi deixar o meu trabalho em vez de renovar contrato,  e agora, tenho um part-time e vou começar a estudar mais cedo ou mais tarde, dia vinte e quatro de setembro, para ser mais explicita. Tomei uma decisão fulcral tanto para a minha vida pessoal como para a minha carreira e sinceramente, encontro-me um pouco perdida. No entanto, só quem anda perdido é que encontra um caminho novo para uma situação inesperada. Tive igualmente de escolher entre tempo e dinheiro, e tomei a decisão de ir pelo tempo. Tempo para me aplicar nos estudos, tempo para descansar e tempo para viver. Mas como tal, deixei o dinheiro ao sair do meu antigo trabalho. Ter vinte …

Mais criativo? #NOVODESAFIO

Imagem
Com o meu aniversário, decidi que quero começar a alterar um pouco a minha vida. Ontem fiz vinte e dois anos, e ao contrário de muitas pessoas, em vez de criar objectivos na passagem de ano novo, eu decidi criar objectivos quando eu inicio uma nova idade. Pelo menos, este ano estou a fazer desta forma. Um dos meus maiores objectivos é obrigar-me a ser mais criativa. Tanto no blog como em tudo o que faço. Sinto que uma parte de mim está simplesmente a deixar que este lado imaginativo morra, e eu não quero deixar isso acontecer de forma alguma. Acho que a criatividade é das melhores coisas que um ser humano tem. E que muitas vezes ao tornarmos-nos adultos deixamos que esse lado morra. Recentemente vi uma série que me fez pensar muito nisso, 'Anne with an E', é uma série do netflix sobre uma rapariga orfã que tem uma imaginação de invejar. Série esta que me fez relembrar quando era mais pequena e também conseguia imaginar o dobro do que consigo agora. Acredito que a partir de um…

DICAS p/ te sentires melhor com o teu corpo num dia mau!

Imagem
Passado alguns tempos, finalmente venho escrever no blog. Depois de algum tempo a recuperar energias achei por conveniente falar de um tema que me tem voltado a surgir nos últimos dias. Todos nós temos dias onde auto-estima está debaixo do esgoto, quase a chegar ao centro da terra e nem conseguimos perceber muito bem quando se foi embora, apenas sabemos que está muito bem escondida. Como tenho tido várias coisas na cabeça tenho tido muito pouco tempo para me dedicar a mim ou pensar em mim nesse sentido o que é bom, pois tenho estado muito ocupada e essencialmente cansada para os meus problemas de auto-estima darem asas. No entanto, esta última semana ou duas semanas tenho me sentido muito em baixo. Não é todos os dias, mas maioria deles. Tenho me sentido naquele lado obscuro onde nos sentimos como a pessoa mais feia e horrível deste mundo. O bom de isto tudo é que tenho sabido lidar com essa situação, e desnecessário será dizer o quanto isso me orgulha. Alguém que me é muito importan…